Libertadores da América Noticias do Grêmio

Grêmio e Lanús trocam gentilezas e minimizam drone: “Insignificante”

“Fim da polemica do drone”

Grêmio e Lanús-ARG são rivais, viram surgir um elemento novo extracampo com a revelação de um espião brasileiro, mas trocaram gentilezas. Nesta quarta-feira (22), horas antes do primeiro jogo da final da Libertadores, os presidentes dos clubes minimizaram ao máximo o uso de um drone para filmar atividade do time argentino.

A atividade do profissional foi flagrada pela “ESPN Brasil”. O UOL Esporte revelou como o espião chegou ao Grêmio e que o próprio já havia admitido relação com o Tricolor.

“Sinceramente, o assunto é irrevelável. Nem cabe avançar”, disse Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio.

Nicolás Russo, presidente do Lanús, seguiu a linha adotada por Jorge Almirón, técnico do time argentino.

“Chegar a final implica que Lanús conhecer muito bem o Grêmio e vice-versa. Essa história do drone faz parte do folclore… houve foguete à noite, mas estamos preparados. Não creio que isso influencie em nada. Lanús não tem nada a esconder. Vale tudo dentro das regras da Conmebol e Fifa. O importante é ter fazermos dois jogos limpos”, afirmou Russo.

Um dia antes, Renato Gaúcho confirmou ter contratado os serviços de André Banchi. Mas não chegou a admitir o uso do drone.

No evento, Grêmio e Lanús trocaram presentes. Posaram para fotos oficiais e confraternizaram sob organização da Conmebol. Mas a partir das 21h45 (Brasília), os times se enfrentam na Arena, em Porto Alegre. O segundo duelo será em 29 de novembro, no estádio La Fortaleza, na grande Buenos Aires.

Fonte: Uol Esportes

Deixe Teu Comentário

comentários